Alguns cuidados para manter sua orquídea saudável

Alguns cuidados para manter sua orquídea saudável

A família das orquídeas é uma das famílias de plantas mais ricas em espécies do mundo: hoje em dia são conhecidas cerca de 20.000 espécies selvagens com 70.000 variedades.

Elas são especialmente populares graças às suas flores coloridas, embora sejam consideradas muito delicadas.

No entanto, existem também algumas espécies como a Phalaenopsis, que se desenvolvem esplendidamente, se observarmos algumas instruções de cuidados.

Aqui estão as melhores dicas sobre cuidados para manter sua orquídea saudável.

Com que frequência uma orquídea deve ser regada?

Agora você aprenderá como cuidar de orquídeas de qualquer tipo, começando a saber a quantidade de água correta. Elemento chave de qualquer planta de casa, a rega da orquídea deve ser respeitada minuciosamente.

De fato, esta planta tropical precisa de uma rega que corresponda às suas necessidades específicas, a cada 7 a 10 dias em média – 5 a 7 dias no verão e 10 a 15 dias no inverno.

Recomenda-se o uso de uma técnica de hidratação por imersão, ou seja, é necessário encher o vaso com água até três quartos, e deixar a água lá por dez minutos e depois esvaziar o excesso.

Tenha cuidado para não manter excesso de água no vaso, caso contrário suas raízes podem apodrecer.

Qual umidade devo manter na minha orquídea?

Além de regar regularmente, deve-se tomar cuidado para manter uma boa umidade.

Se isso não for feito naturalmente, pode ser estimulado artificialmente com técnicas simples, por exemplo, você pode colocar o vaso de sua planta em uma bandeja ornamental cheia de água e seixos.

Caso contrário, você também pode borrifá-lo de vez em quando, evitando borrifar as folhas, especialmente se elas forem expostas ao sol – isso pode queimar por causa do efeito “lupa” criado pelas gotas de água.

Qual a iluminação perfeita para a orquídea?

A orquídea gosta de muita luz. Portanto, ela deve ser colocada em um local ensolarado, sem incidência direta do sol.

Assim como as gotas de vaporização da água, coloca-la diretamente na incidência da luz do sol causará um efeito de ampliação que poderá queimar suas folhas e flores.

Das densas florestas da Ásia, a orquídea se beneficia naturalmente de muita luz, mas sem ser diretamente exposta, pois em seu habitat natural ela é protegida pela densidade das folhas da árvore em que cresce.

Leia também:

Portanto, em nossas casas, é importante tentar reproduzir esse ambiente e fixar, se necessário, algo para protegê-la da luz solar direta.

Nosso conselho: observe as folhas da sua orquídea. Elas são um indicador muito bom da boa saúde de sua planta.

E qual é a temperatura ideal para as orquídeas?

Outro ponto essencial a ser respeitado para a manutenção de sua orquídea é a temperatura do local em que você a coloca.

Este é realmente um ponto central de sua boa longevidade. Na tentativa de reproduzir seu ambiente natural, a orquídea deve ser colocada em um local a uma temperatura de 18 a 25 graus.

Se essa temperatura cair abaixo de 15 graus, os riscos para sua planta se tornam muito altos.

Portanto, é importante verificar constantemente, usando um termômetro que você pode colocar ao lado do vaso, por exemplo, para saber se sua orquídea não está “fria” demais.

Mime suas orquídeas com corte e fertilização

As orquídeas podem florescer várias vezes no mesmo caule. Portanto, assim que as flores da sua orquídea desaparecerem ou apenas estiverem escassamente disponíveis, você deve cortar os brotos secos com uma tesoura logo acima do terceiro bráctea, também chamado de olho.

Com um pouco de sorte, o pedúnculo sai novamente duas ou três vezes, no entanto, como regra, o caule morre depois disso.

As orquídeas também precisam regularmente de nutrientes para um desenvolvimento saudável e uma floração exuberante.

Portanto, durante o período de crescimento e floração, fertilize regularmente com um fertilizante especial adaptado às necessidades das plantas.