3 Estratégias poderosas de Como Economizar Dinheiro na Alimentação

3 Estratégias poderosas de Como Economizar Dinheiro na Alimentação

Nosso dia a dia é repleto de escolhas e saber como economizar dinheiro na alimentação diária pode ser uma ótima maneira de conseguir motivação para comer de forma saudável e aproveitar e aproveitar os benefícios para a sua saúde.

E por muitas vezes, por falta de tempo e até mesmo preguiça, deixamos de lado o cuidado na escolha do que consumimos.

Contudo, cuidar da nossa alimentação é o melhor investimento que podemos fazer.

Encontrar maneiras de como economizar dinheiro na alimentação, é uma excelente forma de unir bem-estar ao nosso dia a dia.

Seja pela praticidade, pela agilidade, pela falta de conhecimento, ou pelo descaso.  Saber escolher o que é melhor para nossa vida é uma tarefa árdua, com erros e acertos.

Quando se fala de alimentação para manter nossa saúde, todo cuidado é pouco.

Para quem passa boa parte do dia fora de casa, parece que encontrar produtos de qualidade, torna-se uma tarefa quase impossível.

Entrar em alguma loja ou restaurante e comprar uma bolacha recheada, um salgado ou um suco de caixinha, costuma ser a melhor opção. Principalmente quando é preciso ser rápido.

Mas será que esse realmente é o melhor caminho para a sua saúde e para o seu bolso?

 

Você já parou para pensar o quanto você gasta mensalmente em sua alimentação diária?

Economizar dinheiro na alimentação, não quer dizer comer menos, ou comprar produtos mais baratos. Mas pensar na qualidade que esses produtos oferecem à sua saúde.

Sabe aquela frase que frequentemente escutamos: o barato pode sair caro?

Pois é, quando falamos de alimentação é exatamente nisso que devemos pensar.

Consumir alimentos que passaram por várias etapas dentro de um processo industrial e pobres em nutrientes afetam diretamente sua saúde.

Seja em curto, médio e até longo prazo, nosso corpo torna-se um depósito devido à hábitos negativos. Hábitos obtidos ao longo de anos e anos. Isso não é apenas só perda de dinheiro, mas também de qualidade de vida.

Mais um motivo para melhorar e entender como economizar dinheiro na alimentação!

O interesse em melhorar a qualidade dos alimentos que consumimos diariamente, passa pela cabeça de muita gente, nos dias de hoje.

Mas de verdade, você já comprou apenas alimentos orgânicos, durante o mês? Verduras, legumes e outras hortaliças em geral?

Bom, para a realidade de muitos, isso não é possível, ou pelo menos acaba não sendo uma prioridade.

O valor quando comparado à alimentos não orgânicos é mais caro e ainda existe uma certa dificuldade, em determinados lugares, de achar produtos deste tipo.

Mesmo a alimentação sendo a nossa base, o combustível para sobreviver, nem sempre damos a devida atenção.

Comumente, também encontramos em embalagens de determinados produtos alimentícios, os chamados “selos verdes”. Em geral, é alguma palavra ou frase, afirmando que algum processo ou ingrediente são ambientalmente corretos.

 

Posso confiar nestes selos verdes?

O programa Cidades e Soluções, aborda o tema de maquiagem verde, com algumas observações que devemos analisar antes de comprar determinado produto.

Esta avaliação, divulgada no programa, foi realizada pela PROTESTE Associação dos Consumidores, (leia o texto para mais informações) com base em normas técnicas, para rotulagem ambiental. A PROTESTE analisou sobre falsos apelos ecológicos, em doze produtos comercializados.

Levantaram questões como falta de prova, utilização de selos próprios, e não da certificadora, custo camuflado, em que muitas vezes na embalagem está escrito: produto orgânico.

Isso tudo resulta em um elevado valor final do produto para o consumidor.

Porém nem sempre há provas que validem o processo de produção orgânica.

Apesar dos produtos apresentados na pesquisa serem de limpeza e higiene pessoal, isso também acontece nos produtos alimentícios.

Por isso, observar a descrição do rótulo e comparar produtos é fundamental!

E você deve estar se perguntando:

Nossa, então a melhor forma de economizar dinheiro na alimentação diária é parar de comer?

Realmente, não deixa de ser uma forma de solução. 😉

Mas mesmo que o seu objetivo seja perder peso, e também economizar dinheiro, a intenção é que você tenha mais consciência do que vem consumindo.

Também queremos incentivar que você exerça seu poder de decisão para fazer escolhas mais significativas e relevantes para sua saúde e também para o seu bolso.

 

Mas afinal, como economizar dinheiro na alimentação do dia a dia

Uma excelente forma de melhorar a qualidade dos alimentos que consumimos é cultivando alimentos em casa.

  1. Isso mesmo! O nosso bem-estar começa com pequenas atitudes diárias

Comece pequeno, escolhendo um espaço que receba luz solar e boa ventilação.

Inicie escolhendo ervas aromáticas e temperos, aos poucos vá retirando os temperos industrializados e adicionando temperos naturais em sua comida.

Invista em ervas aromáticas que podem ser utilizadas em chás, como erva cidreira, hortelã e poejo.

Assim, você pode levar um chá fresco e de qualidade para tomar ao longo do seu dia. E, com isso, minimizar o consumo de bebidas industrializadas.

Se você quiser ampliar seu plantio de temperos e ervas aromáticas, uma ótima sugestão é plantar hortaliças de ciclo curto, como alface, almeirão, rúcula, agrião, couve.

Além de nutritivas, elas crescem rápido e podem ser usadas em sopas, recheio de tortas e salgados.

São ótimas opções para acrescentar no seu suco verde e para compor em um sanduíche, para o lanche do dia.

Você pode optar também pelo plantio de cenouras (para um bolo bem gostoso!). Ou talvez opte pelo plantio do rabanete (para uma salada).

O quiabo também é uma ótima opção! (não gosta, por conta da baba, confira opções de receitas que você pode fazer para o quiabo não ficar com baba).

Garanto que você vai notar a diferença em consumir alimentos orgânicos, de qualidade e ter certeza da origem, uma vez que o cultivo é em sua própria casa.

Afinal, cuidar da saúde, também é uma forma de como economizar dinheiro na alimentação diária.

Se você pode levar uma marmita e acrescentar os alimentos que cultiva, em vez de comer fora todos os dias, melhor ainda!

Além de diminuir os custos diários, você garante a qualidade do que consome. E pode aproveitar para investir em outros objetivos de sua vida.

  1. Não importa se você mora sozinho ou se a família é grande. É possível economizar dinheiro na alimentação

Se mora sozinho o plantio é ideal para evitar desperdícios, pois você pode plantar o que realmente consome. Diferente de comprar no supermercado, por exemplo, que tem pacotes com quantidades determinadas e muitas vezes acaba estragando na geladeira.

E se a família é grande, melhor ainda, porque tem mais gente para dividir as tarefas e ajudar na manutenção da horta.

Apenas comece!

Às vezes pensamos tanto que deixamos de lado atitudes que podem impactar positivamente em nossa vida.

É verdade que para algumas pessoas, planejar um local para cultivar temperos e ervas aromáticas é algo que parece estar fora da realidade.

Mas se permita sair da sua zona de conforto e aproveitar os benefícios que uma alimentação saudável pode te oferecer.

E o melhor de tudo, aprendendo a como economizar dinheiro na alimentação do dia a dia.

  1. Coloque na ponta do lápis e veja como economizar dinheiro na alimentação diária

Desafio você fazer uma listagem com os valores gastos em sua alimentação diária, pelo período de um mês!

Aproveite e se comprometa a planejar um local, em sua casa mesmo, para plantar alguns temperos e hortaliças. Pode ser em vasos, cantoneiras ou diretamente na terra.

Comece junto as duas ações: anotar seus gastos com alimentação planejar e implantar hortaliças e temperos em sua casa.

Sugestão:

  • Pense em algumas opções para plantio, por exemplo: salsinha, couve e cenoura.
  • Considere que você gaste 5,00 em cada muda orgânica de salsinha e couve.
  • E 2,00 em uma embalagem de sementes de cenoura.
  • Compre ou adapte com materiais que você mesmo tem em casa, canteiros ou vasos.
  • Compre ou utilize a terra existente e o adubo para preencher os vasos.
  • Plante as mudas, semeie as cenouras e faça a manutenção (rega e adubação).

Anote quanto gastou para planejar o local de plantio e vá monitorando durante o mês.

Considerando o mês com 30 dias, e o plantio no 1º dia do mês.

É possível começar a colher a salsinha e a couve, em torno do dia 20 – 30. Ou seja, dentro do período de 1 mês, já é possível obter os benefícios de consumir alimentos de qualidade, diariamente.

No caso da cenoura, é possível colher em cerca de 90 dias. E pode aproveitar os talos também, refogados com alho e azeite, ficam deliciosos.

Utilize os temperos e hortaliças que plantou e faça você mesmo uma avaliação.

Você notará diferença no sabor, no cheiro, na coloração, no tamanho. Sem contar na quantidade de ricos nutrientes essenciais para nossa saúde.

Tenho certeza que também notará diferença em seus gastos mensais.

Sei que será proporcional ao tamanho da área de cultivo, mas note que os pontos positivos vão além do dinheiro.

Quer mais incentivo?

Confira também o infográfico sobre: O que plantar em sua Horta Orgânica – com sugestões de plantio, divididas em estações do ano e regiões do Brasil, para você planejar sua horta.

Aproveite todos os benefícios de uma alimentação saudável para você e para sua família. E invista em como economizar dinheiro na alimentação.

Repense em suas ações, sem julgamentos. Apenas observe o vem fazendo no decorrer de anos e avalie se é possível melhorar!

Aqui no blog, o que não falta são opções para você melhorar ou manter sua alimentação diária, fortalecer seu bem-estar diário!

Então compartilhe essa ideia, curta e participe de nossas redes sociais (facebbok e Instagram).

Pequenas ações pode mudar o dia de alguém!

1
Olá, tudo bem?
Como podemos te ajudar?
Powered by